15 de maio de 2013

Ele (o Medo)





Um risco obscuro transpassa a folha do caderno. 
Lenine e Julieta fizeram musica 
Drummond um poema 
Sabino uma escada 
Eu, uma cova. 
Rápido. 
Triste. 
Ele vem, 
se instala ao meu lado 
e faz do meu dia a dia um eterno falecer.



2 comentários:

  1. Lindo poema amore, meio melancólico, mas eu confesso que gosto de textos assim...XD

    Beeijos
    http://planejandoarotina.blogspot.com

    ResponderExcluir